Um dos grandes problemas que o consumidor enfrenta ao comprar produtos de higiene e limpeza é não ter a certeza de que está recebendo exatamente aquilo pelo qual pagou.

E, recentemente, o IPEM-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), órgão do Governo do Estado que tem como finalidade proteger o consumidor, analisou as medidas – largura e comprimento – de diversas marcas de papel higiênico das linhas rolinho e rolão institucional, a fim de verificar se a indicação apresentada pelo fabricante na embalagem está correta.

Fique conosco para entender como evitar ser enganado!

Entenda a Investigação

Tal abordagem aconteceu em junho de 2019, no interior do Estado de SP. Em suma, foram analisados um total de 53 produtos, sendo que destes, 66% estavam irregulares. Ou seja: as medidas não correspondiam com o indicado na embalagem, tais como largura, comprimento e, às vezes, até mesmo o peso.

Em outras palavras: o consumidor, seja ele pessoa física ou empresa, estava sendo enganado e recebendo menos material do que o que acreditava estar adquirindo. Um absurdo, não?

Veja abaixo um resumo da fiscalização realizada no interior do estado de SP:

  • Bauru, o IPEM-SP fiscalizou 6 marcas de papel higiênico em rolo, sendo que 5 (83%) apresentaram irregularidades;
  • Campinas, foram analisadas 3 marcas de papel higiênico, com 3 (100%) de produtos irregulares.
  • Ribeirão Preto, foram avaliadas 10 marcas de papel e 1 (10%) apresentou problema;
  • São Carlos foram analisadas 9 marcas, sendo encontrados erros em 3 (33%);
  • São José do Rio Preto foram avaliadas 21 marcas, e 19 (90%) foram identificadas irregularidades.

Para ver essa investigação na íntegra, veja abaixo:

Como escolher o melhor papel higiênico para empresas?

Acima falamos sobre o problema recorrente com várias marcas de papel higiênico que não passaram no teste do IPEM-SP.

Certamente escolher o papel higiênico para sua empresa, apenas baseado no preço vai reforçar a malandragem. Assim, recomendamos que outros aspectos sejam analisados antes de escolher!

Além de se certificar que você receberá exatamente a metragem do produto que adquiriu, você também deve se atentar para escolher o melhor papel higiênico para sua empresa. Desta forma, separamos algumas dicas para ajudá-lo:

  • Preste atenção ao formato do papel;
  • Escolha a melhor composição do papel;
  • Escolha também pelo suporte de papel higiênico indicado;
  • Procure saber sobre a qualidade do papel higiênico;
  • Conheça a marca do papel;
  • Escolha de acordo com o seu segmento.

Caso queira saber mais, basta conferir o nosso artigo: “7 dicas para escolher papel higiênico em sua empresa”.

Como não ser enganado na compra de papel higiênico?

Em conclusão, como evitar cair nessa armadilha e ser enganado? Basta seguir as dicas abaixo:

  1. Primeiramente, se atente às informações contidas nas embalagens, tais como peso, tamanho, cor, etc. E se surgir qualquer dúvida se a informação ali é verdadeira, não hesite em pesar e até mesmo medir, se julgar necessário;
  2. Sempre verifique o estado do produto e da embalagem antes da compra ou no ato da entrega! Não aceite quando ambos não estiverem em boas condições. É seu direito como consumidor ter o melhor produto;
  3. Cuidado com o seu bolso: sempre coloque na ponta do lápis antes de avaliar simplesmente o preço final. Lembre-se: às vezes o preço pode ser menor, porém o tamanho (largura, comprimento e a pesagem) pode ser também menor. Tenha sempre isso claro antes de decidir! Isso pode fazer uma grande diferença para empresas.
  4. Para evitar problemas, opte sempre por fornecedores certificados, conhecidos e renomados, como a Elite Professional Melhoramentos, criadora do primeiro papel higiênico da América Latina. E que, além disso, continua até hoje com uma linha completa de produtos de higiene e limpeza, que trazem o melhor da tecnologia, sem deixar de lado o toque de carinho e proteção que você merece

Siga nosso perfil no Facebook e receba várias dicas e conteúdos de quem está no mercado há mais de 23 anos ajudando a melhorar a qualidade de vida, saúde e bem-estar das empresas.