Poucos lugares possuem tantas pessoas tocando nos mesmos objetos e dividindo o mesmo espaço quanto uma academia de ginástica.

Por esta razão, a limpeza nas academias é uma questão tão importante.

Independente do porte, esses ambientes recebem centenas de pessoas que buscam melhores condições físicas para viver.

Mas que, em contraste, trazem da rua bactérias, vírus, etc.

No momento em que cada uma dessas pessoas toca um halter, se deita em um colchonete ou utiliza algum aparelho, transmite ou obtém estes vírus e bactérias.

E, certamente, é nesse momento que a limpeza nas academias é colocada à prova.

Contaminação nas academias

Os alunos, em busca de um corpo sadio, fixam sua atenção nos aparelhos, aulas e professores que as academias oferecem.

Entretanto, nem sempre se preocupam com a limpeza e higiene nas academias, deixando de lado uma questão que pode ser vital para atingir seu objetivo.

Afinal, se você ficar doente ao longo de seu programa de exercícios, muito do que foi ganho poderá ser perdido rapidamente.

Uma pesquisa realizada em uma academia em Ohio, Estados Unidos, mostrou quais são as superfícies mais infectadas nesse tipo de local:

  • Bebedouros de água;
  • Salas com atividades coletivas (jump, zumba, pilates, ginástica);
  • Colchonetes;
  • Selim e manoplas das bicicletas ergométricas.

Esses exemplos mostram locais com alta incidência de contaminação e que merecem atenção dos frequentadores antes de utilizá-los.

A limpeza profissional nas academias

A limpeza deve eliminar esses focos de doenças para evitar a transmissão de patologias que possam afastar os alunos de seus objetivos e da academia.

Assim, promover uma limpeza correta é a maneira de evitar que ela seja essa fonte inesgotável de germes e bactérias, bem como utilizar produtos adequados.

Por exemplo: desinfetantes de uso geral ou de superfícies com wipers ou papéis descartáveis.

Aos alunos, cabe também, manter a higienização das mãos. Segundo uma pesquisa do Centro de Controle de Doenças Americano, 80% das infecções pode ser transmitida pelas mãos.  

Sendo assim, é essencial a utilização de álcool para limpeza dos colchonetes e do álcool em gel para limpeza das mãos após a utilização de aparelhos.

Conclusão

Em conclusão, a limpeza nas academias é tão importante quanto seu programa de exercícios.

Você como aluno deve exigir uma limpeza eficiente de todos os equipamentos e aparelhos, bem como a disponibilização de itens de higiene e limpeza.

Por exemplo: álcool em gel, papel toalha, sabonete antibacteriano, etc.

Valorize e preze pela limpeza e não deixe uma doença atrapalhar a sua busca pelo corpo sadio!