É cada vez mais frequente nos depararmos com novidades tecnológicas que nos faz pensar que o futuro chegou para ficar. Por exemplo: carros autônomos, mercadorias que chegam por drones, cirurgias realizadas por médicos a quilômetros de distância, etc.

A realidade do século XXI é a ficção científica de séculos passados já ao alcance de nossas mãos. Certamente a área da saúde é uma das mais promissoras no que diz respeito a essas novidades que mudam a vida de seres humanos.

Tecnologia, medicina e saúde

Hoje em dia já podemos dizer que muitas vidas são salvas tanto por conta da tecnologia de ponta existente na área da saúde.

Como resultado, já é comum a utilização de máquinas e softwares que agilizam o diagnóstico através da inserção de dados neles. Tudo em prol de uma porcentagem maior de acertos que possa trazer melhor qualidade de vida para o paciente.

Software contra infecção generalizada

Em um hospital filantrópico do Paraná, médicos e pacientes contam com a ajuda bem-vinda de “Laura”.

Ela consiste em um software que monitora os dados de pessoas internadas no hospital e indica se ela está desenvolvendo uma infecção generalizada.

De acordo com uma uma médica do local, esse programa já reduziu em 63% os casos de infecções. Da mesma forma, se pensarmos em um plano nacional, isso indicaria uma redução de milhares de mortes no país.

Em outros hospitais particulares do brasil, há casos de médicos e corpo de enfermagem que realizam o monitoramento, a todo momento, de seus pacientes, através de um banco de dados.

Tal tecnologia, permite que esses dados sejam acessados em qualquer lugar e a qualquer hora, mesmo em salas de cirurgia.

Até mesmo uma cirurgia já foi realizada no Japão por médicos operando um paciente através da utilização de um robô e a internet.

Softwares que preveem doenças

Além disso, existem também softwares e máquinas que permitem, inclusive, enxergar o nosso futuro!

Isso acontece através de análises cada vez mais profundas de nosso código genético e cérebro. Tais análises permitem, portanto, saber as possibilidades reais de desenvolvermos algumas doenças, por exemplo câncer e Alzheimer.

Sendo assim, é possível tomar as medidas necessárias para cura ou obter uma melhor qualidade de vida com antecedência.

Outro exemplo recente foi a atriz americana Angelina Jolie que retirou os dois seios e todos os seus órgãos do sistema reprodutor por possuir um gene que aumenta em quase 90% a possibilidade de desenvolvimento de câncer nessas regiões.

Com essa atitude, e graças a tecnologia, ela garantiu a si uma vida mais saudável.

Fim ao transplante de órgãos

Ainda mais avançada é a possibilidade de construirmos órgãos e tecidos humanos em impressoras 3D.

Isso já foi realizado em 2016 em um instituto na Carolina do Norte, nos Estados Unidos, de forma definitiva.

Provavelmente, isso abre as portas para o fim da agonia de pacientes que necessitam de órgãos transplantados. Ou pacientes que aguardam anos nas filas por um doador.

Higienização e tecnologia

Ainda mais nos ambientes hospitalares, a tecnologia que salva vidas está presente até mesmo nos produtos que os funcionários utilizam para higienização, que sempre trazem novidades em se tratando de desinfecção.

Temos um artigo bem completo falando sobre a desinfecção e limpeza em hospitais, basta clicar aqui para ler. 

Inegavelmente, um produto que alia tecnologia a treinamentos funcionais, contribuem para um número cada vez maior de resultados positivos na saúde.

Um exemplo deste produto é o nosso Optigerm.

Conclusão

Em conclusão, o robô deixou de ser uma palavra com conotação negativa para se tornar um aliado da evolução humana, bem como ajudar aqueles que mais precisam.

Afinal, agora que o futuro chegou, cabe a nós utilizar a tecnologia de modo que torne nossas vidas melhores, mais saudáveis e longevas do que nunca foi.

Fontes