O que é pH?

Para começar, precisamos saber o que é o pH e para que ele serve. O termo refere-se ao potencial hidrogeniônico de uma solução. Isso quer dizer que o pH é sobre a concentração de íons de hidrogênio (H+) em um composto. De acordo com essa concentração, podemos saber se trata-se de uma solução ácida, neutra ou alcalina. O nível de pH é representado por uma escala que vai de 0 a 14. A régua mede a acidez e a basicidade de um composto. Dessa maneira, o pH 7 representa uma solução neutra, como a água pura, por exemplo. Quando o pH é menor que 7, temos as consideradas soluções ácidas (pH ácido). Já os números de pH maiores que 7 correspondem às soluções básicas (pH alcalino).

Veja abaixo a escala do pH

o que é ph

Parâmetro de escala para produtos profissionais

Se preferir, você também pode consumir esse conteúdo em formato de podcast:

Você sabe o que é pH? E para que serve o pH no dia dia?

O processo de limpeza é a combinação entre a ação mecânica e reação química. Para cada superfície, tipo de sujidade, etapa do procedimento de higienização, existe um produto específico.

Então saber o que é o pH nas soluções, para que serve o pH, como age e qual tipo é indicado para cada resíduo é fundamental para ter melhores resultados nas ações de limpeza do seu estabelecimento ou residência.

Para esclarecer as dúvidas sobre o pH nos produtos de limpeza e saber sobre sua importância nos procedimentos sanitários, nós preparamos este artigo que conta ainda com entrevista de Cecílio Antônio Neto, diretor industrial da Oleak, fabricante de produtos para higiene e limpeza profissionais.

hygibras Campanha C3 - Programa de Diluidor(751 × 201 px)

Para que serve o pH nos processos de limpeza e desinfecção?

O pH dos produtos de limpeza tem importante papel nas ações de remoção de sujeira e desinfecção. Este fato acontece porque cada tipo de pH básico, neutro ou alcalino é eficaz contra um tipo de sujidade.

Como neste exemplo a seguir:

Os detergentes alcalinos têm melhor eficiência na remoção de resíduos à base de gordura, proteínas animais, frituras, molhos, óleos, graxas e etc.

Resíduos à base de minerais e sujeiras causadas no pós-obra pedem um composto ácido. O detergente ácido tem pH entre 0 e 7 e é indicado para limpeza de ferrugem, sangue, cimento, terra e etc.

Os detergentes neutros, mais populares e conhecidos no mercado, são recomendados para  limpeza do dia a dia e é ideal para remoção de sujidades como pó e poeira. Trata-se de uma limpeza mais leve.

Sanitizantes

No uso de hipoclorito para desinfecção, em atividades rotineiras, as superfícies devem estar o mais livre possível de materiais orgânicos e o pH mantido entre 5 e 7. Com isso é possível garantir que a maior quantidade de ácido hipocloroso esteja disponível para a ação de combate aos microrganismos.

Portanto, para que serve o pH dos produtos de limpeza?

O produto alcalino tem a função de remover sujidades pesadas orgânicas, como óleos, gorduras, sangue, etc;

Já, por outro lado, o produto neutro remove sujidades orgânicas como óleos, poeira, fuligens, gorduras;

Os produtos ácidos removem sujidades com base mineral, como ferrugens, mofos, bolores, cimento, gesso e calcário.

Para que serve o pH na limpeza das superfícies?

Após conhecer as indicações para cada tipo de sujidade e sua importância para os processos de limpeza e higienização, é muito importante destacar que, antes de aplicar um produto, é preciso ler as orientações de uso e saber se ele pode ser usado em determinada superfície.

Veja o exemplo a seguir:

Não deve ser aplicado um produto ácido ou muito alcalino em pisos mais delicados como: porcelanato esmaltado, polido e madeira. As substâncias podem queimar a superfície do piso.

Outra questão que merece atenção, são os detergentes com cloro que devem ser evitados em superfícies como: granito, mármore e pisos coloridos.

A seguir vamos acompanhar a entrevista sobre para que serve esta escala nos processos de limpeza

Para saber mais sobre para que serve, bem como sua importância nos produtos de limpeza, sua observação no uso e suas ações contra as sujidades e desinfecções, confira a entrevista concedida pelo diretor industrial da Oleak, Cecílio Antônio Neto.

pH na limpeza

Escala numérica informando sobre pH Ácido, Neutrro ou Alcalino

  1. Para que serve o pH e qual a sua função nos produtos de limpeza e higienização?

Esta escala é uma das principais características empregadas na definição do produto a ser utilizado na limpeza e higienização de um substrato, já que as substâncias que caracterizam uma sujidade podem reagir ou mesmo apresentarem maior ou menor afinidade com a água, dependendo do potencial Hidrogeniônico.

Este potencial é que vai indicar a acidez, neutralidade ou alcalinidade de um meio qualquer.

Quanto menor o pH de uma substância, maior a concentração de íons H+ e menor a concentração de íons OH.

  1. Existe um pH indicado para cada tipo de sujidade?

Como explicado acima, existem substâncias presentes em maior proporção nas sujidades, que apresentam comportamento diferente.

Por exemplo, os limpadores alcalinos são normalmente indicados quando a sujidade apresenta alta concentração de óleos e gorduras, visto que estes reagem quimicamente com os radicais OH- presentes nos alcalinos, formando sabões que são mais facilmente solubilizados na água, utilizada como veículo.

Já os limpadores ácidos são indicados na limpeza de sujidades com concentrações elevadas de substâncias minerais uma vez que, normalmente, estas têm característica alcalina que reagem com o radical H+ presente nos ácidos, provocando sua solubilização na água.

  1. Há necessidade de realizar rotação de pH na limpeza da mesma superfície?

A menos que a limpeza envolva alguma atividade antimicrobiana, não há necessidade de rotacionar o produto em função do pH.

  1. Por que, geralmente, se destaca o fato de detergente ser neutro, por exemplo, e não há tanta “propaganda” quando se trata de um produto alcalino?

Porque, culturalmente, o conceito de neutro está fortemente ligado a uma menor agressividade do produto ao usuário e, também, ao substrato a ser limpo.

Por outro lado, quando é do conhecimento da pessoa que efetuará a limpeza a dificuldade de remoção de determinada sujeira, esta procura o auxílio de produtos definidos como “fortes”, sejam alcalinos ou ácidos.

  1. Conhecer o pH do produto utilizado gera quais resultados nos procedimentos de limpeza? Economia de produto, redução de tempo?

Com certeza o conhecimento do produto (entenda-se pH e outras características e ativos presentes) e da sujidade a ser removida são princípios fundamentais na definição dos procedimentos de limpeza para otimização dos resultados, visando economia de tempo, produto e trabalho.

  1. Os produtos de limpeza, dependendo do pH, exigem manuseio ou aplicações diferentes? Por exemplo, somente limpeza úmida com pH neutro? 

Normalmente, os produtos de limpeza, que se valem do pH como característica principal para remoção de sujidade, são destinados à aplicações específicas e devem ser manipulados de forma cuidadosa obedecendo às indicações de uso expressas na rotulagem ou na ficha técnica.

É preciso, inclusive, observar no que se refere a diluição, forma de emprego, necessidade do uso de EPIs, etc.

  1. Onde pode-se encontrar a indicação do pH de um produto de limpeza? No rótulo? E qual parte?

A indicação do pH está presente na rotulagem, na ficha técnica (FT) do produto e na ficha de segurança (FISPQ) e, dependendo da sua intensidade, pode ser obrigatória nessas peças através de descrição ou simbologia de modo a prevenir a ocorrência de acidentes.

  1. A formulação do produto de limpeza diz algo sobre o pH dele? É possível ter certeza da indicação de pH, conferindo quais substâncias fazem parte do composto químico? 

Não obrigatoriamente. Por exemplo, um produto pode ter na sua composição um componente ácido e um componente alcalino, em concentrações tais que reagem formando uma terceira substância de característica neutra.

De outra forma, se uma dessas substâncias está em concentração acima da necessária ao equilíbrio, o produto final terá a característica da substância introduzida em excesso.

Conclusão

O pH possui um papel fundamental na composição química dos produtos utilizados para os processos de limpeza. Sobretudo, deve-se sempre estar atento ao nível na qual ele se encontra perante sua escala, visando o melhor desempenho dos produtos químicos.

Sendo assim, se faz necessário saber para que o pH é utilizado assim como, tomar conhecimento das superfícies ou dos artigos os quais serão limpos, tendo como objetivo remover resíduos com maior facilidade, não comprometendo sua integridade.

Consuma esse conteúdo também em formato de podcast.

Referências:

Toda Matéria

Food Safety Brazil