Nesse artigo você irá conhecer o uso correto dos produtos químicos e as máquinas que facilitam o trabalho de higienização e limpeza de carpetes como o disco bonnet. Conhecimentos que são fundamentais para se garantir um revestimento livre de microrganismos e uma melhor qualidade no interior dos ambientes.

O que é o disco bonnet?

Um disco bonnet, é uma almofada sintética que serve para limpeza de carpetes através de enceradeiras industriais. Este produto proporciona ótima durabilidade e um grande poder de limpeza, ele tem fibras que levantam as tramas do carpete e assim facilitam a suspensão da sujeira.

Quais as vantagens do uso de carpetes?

Conforto, variedade de texturas, cores e modelos, isolamento térmico e sonoro, durabilidade e facilidade na conservação. Estas são as vantagens do uso de carpetes no revestimento de pisos.

Existem no mercado uma grande quantidade de produtos específicos, como detergentes e limpadores, que são indicados para limpeza manual, extrativa, por meio de lavadoras extratoras, ou limpeza rotativa, com o uso de enceradeiras industriais e o disco bonnet.

limpeza de carpetes

Preparamos aqui um artigo que fala sobre como limpar e qual a importância da limpeza de carpetes e sofás. Como realizar a manutenção e conservação dos revestimentos de forma segura e eficaz. Se desejar você pode navegar entre os tópicos. Veja só!

De onde vem o carpete?

Vamos às origens do carpete. Você sabe onde ele surgiu?

Existe um registro sobre uso de carpetes datados de 6 mil anos A.C. Eles foram descobertos em escavações próximas ao Mar Cáspio, região da Ásia Central. A história conta que os egípcios passaram a usar carpetes de lã 3 mil anos A.C, sob influência dos povos da Mongólia e da China.

Um salto para Idade Média nos mostra que mercadores italianos levavam carpetes do Oriente para a Europa, onde foram, inicialmente, utilizados para decorar paredes. Seu uso passou a ganhar força, principalmente na França, por volta do ano 1.600 com incentivo do Rei Henry IV.

Características e especificidades do carpete

Este bloco é muito importante, os processos de limpeza garantem a saúde das pessoas. Quando é feita a remoção de sujidades orgânicas e inorgânicas presentes nos carpetes.

Além de revitalizar o carpete e remover as manchas, um processo feito de forma correta irá aumentar a vida útil do carpete.

  • Isolamento Térmico: todo carpete possui propriedade de isolamento térmico, capaz de atuar de três formas: condução, convecção e radiação;
  • Alergia: os ácaros, pertencentes à família dos aracnídeos, são os principais responsáveis por desencadear processos alérgicos em ambientes fechados. Os carpetes, quase sempre, levam a fama por essa questão de alergias e presença de ácaros. No entanto, pesquisas realizadas em residências mostram que a maior incidência desses microrganismos é em roupas de cama e sofás;
  • Resistência: está relacionada com o tipo de fibra utilizada em sua fabricação, com capacidade de resistência delas ao atrito e com a tendência (ou não) das fibras em voltar à posição original depois de pressionadas;
  • Conforto: vai depender da densidade e altura das fibras, tanto no andar como no tato;
  • Controle Estático: capacidade de controle permanente da eletricidade estática.

Pesquisas mostram que, para cada ácaro encontrado em um carpete, milhares (ou milhões) vivem e se multiplicam nas camas.

Importante destacar que carpetes produzidos com fibras sintéticas – como o nylon – não favorecem a proliferação de fungos, principais fontes de alimentação de ácaros.

  • Isolamento acústico: a capacidade de absorver sons aéreos dos carpetes é até 10 vezes superior quando comparada com a de outros revestimentos de piso. Por serem materiais porosos, são capazes de reter o ar e possuem as características necessárias para controlar três tipos de ruídos:

1) ruídos diretos ou transmitidos pelo ar.

2) ruídos reverberantes, que persistem em um recinto limitado, mesmo após a fonte do barulho ter cessado.

3) ruídos de impacto.

  • Resistência ao fogo: carpetes devem ser auto-extinguíveis e capazes de impedir a propagação das chamas.
  • Facilidade de manutenção: fibras sintéticas garantem mais facilidade na hora da limpeza do que as de origem natural.

Há modelos no mercado que são contra-manchas, mas o fundamental para prolongar a vida do carpete é o cuidado.

Deve-se evitar acúmulo de sujeira por meio de limpezas programadas e regulares, com produtos e procedimentos específicos.

Tipos de fibras dos carpetes: durabilidade e resistência

  • de fibras naturais: lã, seda, algodão e juta.
  • de fibras sintéticas: rayon, acetato, nylon, poliéster, acrílico e polipropileno.

Formas de fabricação e tipos de carpetes

Existem diversas formas de fabricação de carpetes, mas os principais processos são o “Tuft” e o “Agulhado”. Estes métodos dão origem a artigos diferenciados, que oferecem conforto, durabilidade e custo acessível.

disco bonnet

Entre os tipos de carpete, há:

  • Bouclê em Relevo (hilo): superfície com loop de diferentes alturas.
  • Saxony: superfície composta por tufos de fibras retorcidos entre si.
  • Shag: semelhante ao Saxony, mas possui tufos mais espaçados.
  • Agulhados: também chamados de “forração de piso” são produzidos sem tela de base, por meio do entrelaçamento simples das fibras.
  • Tuft: fibras da superfície inseridas em uma base de tela sintética.
  • Bouclê: superfície formada por fibras dispostas em forma de “loops”.
  • Veludo (Cut): o mais usual, com superfície feita por tufos de fibras cortados na altura.
  • Cut/Loop: superfície é uma combinação de loops (bouclê) e tufos de fibras cortados (veludo).

A forma com que o carpete é forrado é outro ponto muito importante para garantia de sua qualidade e durabilidade. Ela pode proporcionar:

Aumento na elasticidade e minimizar o esmagamento do pelo, aumentar a vida útil do carpete e proporcionar mais conforto.

Outros pontos positivos de um carpete bem forrado são a melhora na segurança em caso de impactos, além de aumentar o isolamento térmico e acústico.

Limpeza de carpetes e sofás: equipe especializada e manutenção programada

limpeza de carpetes

Uma empresa que pode contar com profissionais treinados e especializados esta muito a frente das outras para se alcançar o objetivo de carpetes, tapetes e sofás limpos, higienizados e bem conservados.

Além das técnicas de limpeza, o profissional deve saber avaliar a intensidade do tráfego, o tipo de sujeira a que o carpete fica exposto e outros fatores que afetam, diretamente, o revestimento. A equipe responsável pela limpeza deve estabelecer um programa estratégico de limpeza e higienização, incluindo a tecnologia disponível e os produtos de uso profissional indicados. Vale ressaltar que a manutenção não deve ser esporádica, e sim, frequente.

Qual a durabilidade do carpete?

A vida útil de um carpete está diretamente, ligada ao seu tipo e à utilização final do revestimento. Assim:

  • carpetes densos, produzidos com fibras nobres, possuem durabilidade para ambientes mais rígidos.
  • carpetes mais leves possuem boa durabilidade para tráfegos residenciais leves e médios.

Para conservação dos carpetes deve-se observar:

  • a limpeza de rotina deve ser feita com aspirador de pó.
  • o uso de vassouras rígidas em carpetes do tipo “veludo” (cut) ajuda na manutenção do aspecto original do carpete. Para outros tipos de carpete, o uso da vassoura não é recomendado.
  • em carpetes tipo “veludo” (cut) e “saxony”, os tufos podem assumir diferentes posições, criando áreas “claras e escuras”, por conta do tráfego. Passar o aspirador num único sentido faz o sombreado desaparecer.
  • a presença de umidade elevada pode causar enrugamento no carpete.
  • com o tempo, algumas das fibras dos carpetes tipo “bouclê” (loop) podem quebrar, dando origem a uma penugem na superfície. Para resolver o problema, basta aparar as fibras em excesso e o problema estará resolvido.
  • em determinadas condições de temperatura e tempo, pode ocorrer a perda da cor.
  • os filamentos podem ficar desgastados por conta do uso e da sujeira, gerando mudanças de cor.

Limpeza de carpetes e conservação: saúde e bem-estar

Quando definimos e explicamos o conceito de carpete, vemos os seus tipos e materiais, chegamos ao ponto do cuidado, da limpeza e higienização do revestimento têxtil para piso.

Diferentes dos pisos rígidos, os carpetes retêm as partículas de pó e sujeira. Eles acabam por atuar, de certa forma, como um filtro que impede que o pó volte a circular com o ar. Preso no carpete, ele pode ser eliminado com a aspiração.

Ao realizar uma manutenção programada, de acordo com um plano de limpeza que inclua produtos de uso profissional e máquinas específicas, a empresa melhora a qualidade do ar interno, reduz o acúmulo de sujeira e pó e oferece um ambiente constantemente higienizado.

Como reduzir a presença de microrganismos?

Para reduzir a presença de microorganismos é preciso inibir as condições para o seu desenvolvimento, abaixo confira uma lista com boas práticas:

Eliminar toda fonte de alimentação para os microorganismos como por exemplo pele humana seca, papel, juta, lã e sujeira orgânica;

Remover umidade do local;

Evitar que o local fique exposto em altas temperaturas;

O local deve ser bem arejado ou seja, deve possuir uma boa quantidade de ar circulando.

Para combater e eliminar os microorganismos:

Com frequência o local deve ser aspiração com a ajuda de filtros eficientes;

Deve-se utilizar a aplicação de bactericidas;

O processo de limpeza deve ser feito por métodos e produtos profissionais e com a frequência adequada todos os carpetes e cortinas.

Como controlar pó e sujeira?

disco bonnet

  • uma manutenção diária e rotineira, elimina por aspiração, a maior parte do pó e das partículas sólidas acumuladas.
  • para manter o pó longe, manter a aparência do carpete e prolongar a vida útil do revestimento, devem ser usadas barreiras de contenção e efetuar a aspiração rotineira com qualidade, frequência e equipamento adequado.

Questão de saúde

O que é a Síndrome dos Edifícios Doentes?

A síndrome de edifícios doentes foi, em 1982, definida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma combinação de sintomas gerais capaz de afetar 20% ou mais dos ocupantes de um determinado prédio, sem origem determinada.

A doença está relacionada às condições do ambiente interior dos espaços corporativos e tem como principais sintomas fadiga mental, dores de cabeça, tonturas, náuseas, alergias, dores articulares, irritação nos olhos, entre outros que atingem as vias respiratórias e a pele.

Por isso, os processos de higienização e limpeza de carpetes e sofás em empresas e estabelecimentos comerciais, com grande circulação de pessoas, devem ser encaradas com responsabilidade e devem ser realizadas com produtos específicos, como os chamados limpa estofados e limpa carpetes.

Como remover manchas de carpetes?

Um bom meio para remoção de manchas é utilizar o Tenside Spotter junto a um pano de algodão. Com ambos procure remover a mancha da parte externa em direção ao centro, sem esparrama-la.

A maior parte de respingos e manchas pode ser eliminada se o procedimento for realizado imediatamente após a ocorrência. Há limpadores de carpetes profissionais capazes de eliminar as manchas, reparar a aparência do carpete e estender sua durabilidade.

Disco bonnet – Técnicas profissionais de limpeza de carpetes

disco bonnet

Disco Bonnet

Além da aspiração, há outros métodos profissionais de limpeza de carpetes. Veja quais são eles:

Limpeza com o disco Bonnet  – O disco bonnet trata-se de uma manutenção intermediária. É um sistema rápido na operação e o custo é baixo. Esse tipo de limpeza é indicada para as linhas de tráfego, mas também pode ser utilizada nas demais áreas. É uma limpeza superficial, com secagem ultra rápida, que melhora a aparência geral do carpete.

Limpeza extrativa ou Restaurativa – deve ser feita após a aspiração do carpete, remoção de manchas e limpeza das linhas de tráfego com o disco bonnet. Trata-se de um método mais eficiente e para uma limpeza profunda.

O que deve ser considerado no programa de higienização e limpeza de carpetes e sofás?

  • fluxo de pessoas
  • se há barreiras de contenção
  • número de portas e janelas
  • existência ou não de ar condicionado
  • mobiliário
  • piso (plano, em desnível, existência de buracos, etc)
  • existência ou não de forração
  • tipo de carpete (veludo, bouclê, agulhado)
  • instalação
  • coloração
  • existência de manchas
  • nível de sujidade
  • amassamento das fibras

Hygibras: Produtos profissionais recomendados para estofados e carpetes

A Hygibras oferece uma linha completa em artigos para limpeza industrial, empresarial, de comércios e serviços, a hygibras oferece o Detergente Limpa Carpete – Tenside Spotter. Moderno, reúne em um único produto as funções de remover manchas; detergente para o disco bonnet e detergente para extratora – apenas alterando as diluições.

Clientes reconhecem a importância de um produto profissional, com registro na Anvisa, e se sentem muito mais seguros. O Tenside Spotter nunca provocou qualquer dano para os tapetes, carpetes e sofás. Este produto tem uma boa taxa de diluição, alta performance e que muitos de  seus clientes não abrem mão.

Para limpeza, manutenção e conservação de sofás e tapetes, a Hygibras conta com o Limpador de Sofá, Detergente para Tapetes e Carpetes Rug Master. É um produto completo para tecidos, pois limpa, amacia e perfuma as fibras naturais e sintéticas, eliminando completamente a eletricidade estática.

Gostou das informações que dividimos aqui? Então, compartilhe com mais pessoas e acesse nosso site para ver mais dicas e conhecer nossos produtos.

Fonte:

Manual de Limpeza de Carpetes: Um Guia para Melhorar os resultados da Limpeza de Carpetes – Oleak.