Alguns produtos de limpeza estão agregando, cada vez mais, tecnologias que permitem melhores resultados com quantidades menores do produto. Além de serem armazenados em embalagens inteligentes, que estão aliadas a sustentabilidade.

Contudo, por mais tecnológicas e sustentáveis que sejam, as matérias primas desses produtos continuam sendo compostos químicos que podem ser perigosos. Da mesma forma, as embalagens, por não serem invioláveis, devem ser mantidos fora do alcance das crianças e também animais.

Temos um ótimo artigo sobre como manter a limpeza dos ambientes com pets sem prejudicar a saúde deles. Para ler, clique aqui

Crianças e os produtos de limpeza

As crianças são curiosas por natureza, especialmente as menores de 5 anos. Isso acontece, porque elas estão vivendo uma fase de descobrimento.

O problema é quando sua curiosidade se volta para aquilo que os adultos manuseiam. Os produtos de limpeza e higiene fazem parte da rotina das famílias e as crianças não conhecem o perigo químico existente neles. Sendo assim, cabe aos pais proibir e evitar o acesso a eles.

Por exemplo, os detergentes que lavam roupas possuem soda cáustica, que é corrosiva. Assim como os desinfetantes podem possuir ácido clorídrico e amônia, que podem causar reações tóxicas. E o álcool utilizado para limpeza pode intoxicar.

Todos eles são largamente utilizados pelas pessoas para higienização, portanto, são estocados em casa. E é justamente o lugar onde se guarda esses produtos que deve estar fora do alcance e da visão das crianças.

Portanto, ao menor descuido, elas buscam manuseá-los como os adultos, a fim de saciar sua curiosidade, sem possuir a mínima noção da periculosidade para seu organismo frágil.

Resultado do descuido

Todo ano, milhares de crianças são hospitalizadas por conta do contato inadequado com produtos de limpeza e higiene como papel toalha, papel higiênico, sabonete em suas próprias casas. Nem todas conseguem ser salvas, dependendo do produto e do tipo de contato, sendo a ingestão a mais fatal de todas.

As cores e os cheiros são grandes atrativos para os pequenos, ou seja, os pais precisam estar atentos ao lugar em que os guardam. Deve ser no alto ou em armários trancados, de modo que as crianças não consigam acesso.

Conclusão

Em resumo, a segurança no manuseio e estoque de produtos químicos garante os melhores resultados para aqueles que querem desfrutar de um ambiente limpo e seguro.

Certamente, proteger as crianças até que elas compreendam o perigo existente nos produtos de limpeza é um dever de todos. Isso previne acidentes que podem marcar por toda uma vida.

Fontes:

  • Fio Cruz
  • G1