O copo descartável plástico ou copo descartável como também é conhecido são produtos práticos, esses produtos são presentes no dia a dia de muitas pessoas. Os copos descartáveis são a melhor opção para muitos ambientes, porque além de ter um preço mais acessível são descartáveis e podem ser recicláveis.

Clique abaixo para ouvir

Clique e ouça

Investir na compra de copos descartáveis é um bom negócio por parte das empresas, mas sempre é preciso saber que há diferenças entre os tipos disponíveis no mercado e identificar qual o melhor produto para cada necessidade. As principais diferenças são matéria-prima, resistência, brilho, transparência e isolamento térmico.

Pensando nisso preparamos esse artigo para você entender melhor as características e diferenças dos copos descartáveis e fazer a escolha mais adequada para seu negócio, acompanhe as dicas que preparamos a seguir. Se desejar você poderá navegar entre os tópicos!

Copo descartável

Nos dias de hoje o copo descartável proporciona mais praticidade no dia a dia.

 

Copo descartável não é tudo igual

Todos os copos de plástico descartáveis parecem ser iguais porém não conseguimos captar as sutis, mas fundamentais, diferenças e especificidades. Assim, no momento da compra deste item, da lista de material de limpeza da sua empresa, lembre-se de observar os seguintes pontos que podem estar descritos nas embalagens ou podem ser indicados pelo seu distribuidor:

1.Matéria-prima

Os copos são feitos, basicamente, de polipropileno (PP) um termoplástico, derivado do propeno, ou de Poliestireno (PS) um homopolímero resultante da polimerização do monômero de estireno.

Dessa forma, cada matéria-prima resulta em um produto com determinadas características.

Para identificar um copo feito de PP, basta ver o símbolo triangular de reciclável com um número cinco dentro e as letras PP abaixo.

Copos com essa qualidade possuem propriedades como, boa resistência térmica, transparência, resistência química e a solventes, um produtos assim é muito mais difícil de rachar além de poder ser reciclável.

Já o PS pode ser identificado por meio do símbolo triangular de reciclável, com o número seis por dentro e as letras PS abaixo. Trata-se de um material mais barato que o PP.

As propriedades desse produto são, ser menos resistente e mais fácil de romper do que o PP, possui baixa resistência a solventes orgânicos, calor e intempéries, o ponto positivo é ser 100% reciclável.

2.Resistência

Esse fator é decisivo no momento da compra, pois engloba questões de economia e segurança para empresas e para os usuários. Certifique-se sobre a questão da resistência checando referências do produto e também pelo Inmetro.

Os copos, quando são mais resistentes, geram menos perdas, menos descartes, menos lixo. Além disso, são mais indicados e funcionam melhor quando há uso de dispenser de copos no local.

3.Isolamento térmico

Quando for escolher o copo descartável para sua empresa, confira a resistência dele ao calor, fale com seu distribuidor sobre essa questão para que ele possa de oferecer o tipo mais adequado. Esse fator é muito importante, pois está ligado à segurança de quem irá fazer uso do copo, evitando risco de queimaduras, acidentes e eventuais intoxicações.

4.Transparência

Os copos descartáveis podem ser mais foscos, como os brancos, que estão entre os mais usados, e podem ser também transparentes, como os PP. A transparência, geralmente, indica que o copo de plástico descartável é mais resistente. A transparência também facilita a identificação da bebida consumida.

Copos descartáveis: Conheça as normas para produção

Os copos plásticos descartáveis, podem ser encontrados, com maior facilidade, nos volumes de 50 ml, 180 ml e 200 ml. Precisamos destacar que a fabricação desses itens está regulamentada pela norma brasileira para Copos Plásticos Descartáveis NBR 14.865, publicada em 2002.

A norma estabelece critérios mínimos para assegurar a qualidade do produto que é oferecido ao consumidor. Sendo assim uma dica importante para uma boa escolha de copos descartáveis é verificar se a marca passou pelo teste do Inmetro, se contém selo da instituição e se segue as normas estabelecidas de produção.

Podemos optar por utilizar copos 100% recicláveis

 

Copos descartáveis e o meio ambiente

Consumir sem gerar desperdício e realizar um descarte correto dos produtos recicláveis são fundamentais para redução do impacto ambiental.

Segundo uma pesquisa realizada pela ACV Brasil, consultoria que avalia Ciclo de Vida e Indicadores de Sustentabilidade de produtos, mostrou que copos plásticos descartáveis PP podem apresentar melhor performance no uso de água e energia, quando comparados com copos de cerâmica, de vidro e de plástico reutilizáveis.

Foi levado em conta o uso no ambiente corporativo, no qual cada produto foi utilizado duas vezes antes do descarte e os reutilizáveis também foram utilizados duas vezes antes da lavagem.

O resultado foi que para a limpeza manual, foram usados de de 1,2 l a 1,7 l de água por copo lavado e com isso algumas das conclusões do estudo foram que:

Copos descartáveis consumiram menos água desde sua produção até seu descarte e reciclagem em relação aos copos normais além de que para os reutilizáveis, a água da lavagem representa em média 99% da água total de seu ciclo de vida e a energia utilizada na lavagem em máquinas de lavar louças é cerca de 2,4 vezes maior que a energia utilizada no ciclo de vida dos copos descartáveis.

Sendo assim entendemos que é preciso informação e conscientização, tanto no uso de descartáveis como no consumo de água e energia para lavagens de copos reutilizáveis, Somente assim é possível reduzir a poluição.

Dispensers proporcionam mais praticidade

Nós sabemos que os copos são produtos práticos, que facilitam o dia a dia dos espaços corporativos e ainda podem ser colocados no dispenser, para oferecer mais higiene, evitando assim o risco de contaminação além de procurar resolver a necessidade de cada a cliente. Orientamos no momento da compra do produto e após.

Nós sempre tivemos a preocupação em atender com eficácia, sem deixar de lado seu papel responsável.

 

Referências:

Inmetro

Universidade Federal do Vale do São Francisco

Ecycle