Todo gestor de empresa que se preze trabalha sempre para aumentar a eficiência do seu negócio. E existem uma enormidade de estratégias, técnicas, modelos e metodologias que podem ser aplicados nas empresas com esse intuito.

Um dos mais reconhecidos e que trazem benefícios contínuos é o Método 5S. Vamos entender um pouco mais sobre ele?

Método 5s – O que é?

Ele é uma técnica de gestão de qualidade que foi criada no Japão com o objetivo de auxiliar as pessoas e gestores a manterem o seu local de trabalho e a empresa organizados como um todo, limpos e, por consequência, mais produtivo.

Os 5S’s são:

  • Seiri – Classificar
  • Seiton – Organizar
  • Seisô – Limpar
  • Seiketsu – Saúde e Higiene
  • Shitsuke – Autodisciplina

Método

A grande “sacada” deste método é que ele é de fácil compreensão. Apesar disso, sua aplicação pode não ser tão simples quanto o entendimento, pois para isso é necessário desenvolver novos hábitos e comportamentos, criar uma disciplina e envolver as pessoas ao seu redor.

Método 5s – Os Benefícios

Aplicar o 5S na sua empresa irá proporcionar uma série de benefícios para você e seus colaboradores. A prática ajuda na melhora da qualidade de vida, não apenas no ambiente profissional. Certamente sabemos que, hoje em dia, tudo que acontece na vida pessoal dos colaboradores reflete em seu desempenho profissional.

Esse método foca em ajudar as pessoas a lidarem melhor com o excesso de informação, acessórios e recursos. Pois você precisa saber classificar, organizar, limpar, padronizar e manter (princípios do 5S) as tarefas, objetos ou informações que você tem contato no dia a dia. Vamos entender um pouco mais sobre cada etapa?

Seiri

Também conhecido como Senso de Utilização, o Seiri é o ponto inicial quando falamos do 5S. Nele, você deve separar o que será útil do que não será útil na sua empresa ou local de trabalho e, a partir daí, classificar os itens de acordo com a forma que você os utiliza, retirando os que não precisam estar ali naquele momento.

Se falarmos de limpeza por exemplo, sabe aqueles produtos de limpeza que muitas vezes compramos para limpar essa ou aquela superfície, fazendo testes e mais testes?

Pois bem eles podem estar no deposito de materiais de limpeza ( DML ) sem algum uso, vencendo a data de validade, talvez vazando e assim por diante.

Seiton

O segundo senso do Programa 5S é o Seiton ou Senso de Organização. Nessa fase você deve identificar e – como o nome diz – organizar tudo para que outras pessoas também possam facilmente encontrar o que precisam pelo ambiente. Um controle e gestão de estoque eficiente pode te ajudar muito.

Em nosso trabalho trata-se mesmo de algo fundamental pois ao organizar e manter a organização, a economia vem como consequência.

Seisô

O terceiro senso do Programa 5S é o chamado Seisô ou Senso de Limpeza. Nessa fase é onde você irá trabalhar para limpar e higienizar os ambientes, criando um padrão de limpeza. Um ambiente limpo ajuda a identificar possíveis danos, necessidades de reparos e deixa o ambiente mais produtivo. Mas para isso, escolha bons produtos de limpeza para maximizar os seus resultados

Seiketsu

O quarto senso do Programa 5S é o chamado Seiketsu ou Senso de Saúde e Higiene. Nesta quarta etapa o foco é na qualidade de vida a partir da padronização, pois há o entendimento de que aqueles que não cuidam bem de si mesmos não podem entregar um serviço de qualidade.

Portanto sabendo que a correta escolha dos produtos de limpeza traz benefícios para sua saúde e dos seus pares na empresa, aqui vem mais um reforço.

Shitsuke

O quinto e último senso do Programa 5S é o chamado Shitsuke ou Senso de Autodisciplina. É a fase de consolidar as melhorias alcançadas através dos passos anteriores de forma que se sustente através da autodisciplina.

Agora que você já entende um pouco mais sobre o método 5S é hora de arregaçar as mangas e criar processos para iniciar e manter a limpeza e organização da sua empresa. Como você tem implantado processos de melhoria no ambiente de trabalho da sua empresa? Conte pra gente nos comentários.